Significado do Número 666 na Numerologia Cabalística e o Mito da Besta

A propósito do dia portal de hoje, 6/6, foi-me deixada esta pergunta: será o nº 6 o nº do diabo?

O número 666 é frequentemente associado a mitos e interpretações na cultura ocidental, especialmente pela conexão e crença com o “Número da Besta”, mencionado no livro bíblico do Apocalipse. Este mito tem origem na numerologia cabalística, que tem suas raízes no povo judeu.

Embora o número 666 tenha sido associado a mitos e interpretações negativas, é importante lembrar que não há nada de maligno nele. Na verdade, a numerologia é uma prática antiga e fascinante que tem sido usada por muitas culturas ao longo dos séculos.

O número 666 na cultura ocidental

O mito do Número da Besta

O número 666 é frequentemente associado ao “Número da Besta” mencionado no livro bíblico do Apocalipse. Esse mito se originou da passagem que diz: “Aqui está a sabedoria. Aquele que tem entendimento calcule o número da besta, pois é o número de um homem. Seu número é 666”. Esse trecho tem sido interpretado de várias maneiras ao longo dos séculos, mas a ideia de que o número 666 representa o mal é a mais comum.

A origem do mito

A origem do mito do Número da Besta remonta à época do Império Romano. Os primeiros cristãos acreditavam que o imperador Nero era a personificação do mal e que ele perseguia os cristãos em Roma. Quando o livro do Apocalipse foi escrito, o autor usou o número 666 para se referir a Nero, sem mencionar seu nome diretamente.

Essa associação entre Nero e o número 666 acabou tornando-se um mito popular na cultura ocidental. Nos alfabetos grego e hebraico, todas as letras têm um número correspondente – assim nasce a númerologia. Se somarmos todas as letras do nome, temos um código numérico, como se faz nos estudos numerológicos. Se escrevermos o nome do imperador Nero César no alfabeto hebraico, a equação fica: 200+60+100+50+6+200+50=666. Este código servia para identificar Nero e avisar outros cristãos através das escrituras. A bíblia está repleta de códigos e metáforas, a numerologia é um dos elementos muito presentes e que nos pode ajudar a olhar para as escrituras com outros olhos!

A numerologia cabalística e sua relação com a bíblia

A numerologia cabalística é uma prática que tem suas raízes no judaísmo e que se baseia na atribuição de valores numéricos às letras do alfabeto hebraico. Na Bíblia, os números são frequentemente usados como símbolos e representam conceitos importantes. Por exemplo, o número sete é frequentemente associado à perfeição divina, enquanto o número quatro representa a criação.

No caso do número 666, os estudiosos da numerologia cabalística acreditam que ele representa a imperfeição humana. Isso porque o número seis é considerado um número imperfeito na tradição judaica, já que está abaixo do número sete, que representa a perfeição divina. Assim, o número 666 seria uma representação simbólica da falibilidade e condição humana.

Em resumo, o mito do Número da Besta é apenas um dos muitos exemplos de como os números têm sido usados como símbolos na cultura ocidental. Embora o número 666 seja frequentemente associado ao mal, sua verdadeira origem e significado são muito mais complexos e interessantes do que isso.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Shopping Cart